#fotos das vítimas

02 de novembro de 2017, 09h01

Página do Facebook aceitava encomenda de assassinatos

Com quatro mil seguidores, página com o nome “Caçadores de Queimados”, na Baixada Fluminense, recebia pedido de mortes e postava fotos das vítimas depois das execuções.