#homfóbico

22 de agosto de 2018, 23h02

Processado por Bolsonaro, Minc pergunta: “Alguém tão frágil emocionalmente pode ser presidente?”

Bolsonaro foi chamado de "racista", "machista" e "homofóbico" por Carlos Minc e o processou por danos morais, alegando que as críticas do ex-ministro o causaram ‘sofrimento interior’, ‘desequilíbrio emocional’ e ‘angústia’