#Jacques Rancière

11 de maio de 2016, 14h51

Como sair do ódio? Uma entrevista com Jacques Rancière

A ação política cria identidades não-identitárias, um “nós” aberto e inclusivo que reconhece e fala de igual para igual com o adversário. A guerra, pelo contrário, tem como protagonista fundamental formações identitárias fechadas e agressivas (sejam elas éticas, religiosas ou ideológicas) que negam e excluem o outro do mundo partilhado. Entre o outro e o […]


17 de janeiro de 2012, 08h15

Entrevista com Jacques Rancière sobre os movimentos de ocupação e a democracia

"A democracia, no sentido forte do termo, é a realidade de um poder do povo que não pode jamais coincidir com uma forma de Estado".