#Joel Zito Araújo

01 de dezembro de 2017, 18h27

Cineasta afirma que o audiovisual é o segmento mais racista da cultura brasileira

Joel Zito Araújo cita levantamento de 2015: 400 cineastas conseguiram à época colocar um filme nas salas de cinema, dos quais apenas nove eram negros.