#Luiz Eduardo Cardoso

16 de outubro de 2017, 13h41

Defesa de Dilma vai usar delação de Funaro para anular impeachment

De acordo com Funaro, Eduardo Cunha teria comprado votos de deputados com dinheiro de propina repassado por ele próprio para aprovar o impeachment no plenário da Câmara