#manifesto anti-humanista

04 de janeiro de 2017, 15h09

O manifesto anti-humanista

A carta-manifesto do assassino de Campinas mostra como o senso comum machista encara direitos como ameaça e se identifica com o algoz em vez das vítimas.