#manifesto de solidariedade

10 de abril de 2015, 08h00

Solidariedade à professora Mariana Trotta, agredida por colunista de Veja

Docentes e entidades da área do Direito divulgam manifesto em função de texto do blogueiro que consideram "ataque gratuito e desprezível à docente e à liberdade de cátedra". "Repetição de práticas como esta contribuem para explicar alguns traços autoritários da sociedade brasileira nos dias de hoje, mas não podem ser tratadas como jornalismo"