#Marcos Valério

19 de setembro de 2012, 15h27

Mídia hegemônica quer acabar com o jornalismo

Desde que a presidente da Associação Nacional dos Jornais (ANJ), Judith Brito, declarou que o papel da imprensa é agir como oposição ao governo (federal, bem entendido), a mídia hegemônica tem abandonado completamente os fundamentos básicos do jornalismo, subordinando-os quase que completamente a uma militância política. Rigor na apuração, critérios os mais objetivos possíveis de […]


19 de setembro de 2012, 15h15

Ministro Joaquim Barbosa deixa mensalão mineiro e assume presidência do tribunal

Vale a pena ler com muito, muito cuidado mesmo esta coluna da Monica Bergamo. Eis que um montão de coisas passam a fazer sentido (ao menos para mim). Impressiona. Ministro Joaquim Barbosa deixa mensalão mineiro e assume presidência do tribunal Monica Bergamo, DE SÃO PAULO, Folha 19/09/2012 O ministro Joaquim Barbosa não será mais o […]


19 de setembro de 2012, 12h53

Mídia hegemônica quer acabar com o jornalismo

A militância midiático-oposicionista eclipsa um debate de ideias alicerçado em fatos e dados e transforma o embate eleitoral em um combate irracional de “torcidas”


18 de setembro de 2012, 18h16

Fala Marcos Valério, fala!

Aos poucos vemos os políticos do PT sair de seu estado de letargia após a NÃO- ENTREVISTA  de Veja e responder ao pasquim ficcional travestido de jornalismo alimentado com dinheiro público da SECOM. Mas é pouco ficar neste #mimimi de que a “mídia nos trata diferente”. Lógico Pedro(s) Bó(s), que a midiazona os trata diferente, […]


07 de agosto de 2012, 13h52

Muito barulho por pouca prova

Se de fato o “mensalão” existiu, as provas de sua existência e da responsabilidade de seus autores não foram apontadas de forma clara nas sustentações orais até agora


20 de outubro de 2011, 14h39

Com o devido respeito, as putas têm vergonha das santas donzelas

LadoB Por Renato Rovai Nem os jornalistões que gozam de total liberdade de empresa para dar lições de moral a quem interessar possa, nem as santificadas donzelas da tradicional família política-econômica brazilianistana, nem o governo e os partidos que representam a esquerda nacional, abordam de forma clara como, por exemplo, agências de publicidade conquistam suas […]