#María Fernanda Espinosa

27 de julho de 2018, 11h37

Equador se prepara para entregar Assange

Durante um discurso em Madri, Moreno afirmou que Assange terá que finalmente deixar a embaixada onde ele mora desde 2012


05 de junho de 2018, 13h19

Equatoriana é eleita para presidir Assembleia Geral da ONU, com apoio da Venezuela

América Latina cindida na disputa pela presidência da Assembleia Geral da ONU. Venceu a equatoriana Maria Fernanda Espinosa, apoiada pela Venezuela, e perdeu a hondurenha Mary Elizabeth Flores, apoiada pelo Brasil.