#Mário Davienne Ferraz

20 de dezembro de 2016, 10h09

O chefe do TRE-SP admite eleições diretas já

Desembargador Mário Davienne Ferraz admite novas eleições, caso seja cassada a chapa Dilma/Temer. Segundo ele, a Justiça Eleitoral e o país estão preparados para uma eventual antecipação da eleição.