#Mauro Santayana

14 de abril de 2018, 12h31

O fascismo não perdoa nem os que, por burrice, oportunismo ou covardia, o atraem

A cada vez que alguém defender a tortura e a volta dos assassinatos da ditadura, sabendo que em um regime de exceção ninguém está a salvo do guarda da esquina, o fascismo estará mais perto da vitória.


03 de fevereiro de 2015, 12h47

“Canalhas querem destruir a Petrobras”

Em artigo, o jornalista Mauro Santayama defende a reputação da maior estatal do país : "É necessário punir os ladrões que a assaltaram? Ninguém duvida disso. Mas é preciso lembrar, também, uma verdade cristalina. A Petrobras não é apenas uma empresa. Ela é uma Nação, um conceito, uma bandeira".