#metrô da Bahia

06 de abril de 2015, 11h02

Imbassahy e a queda dos udenistas

Empreiteiras investigadas na Lava Jato também são acusadas pelo Ministério Público Federal de superfaturamento no metrô de Salvador em 1999, maior obra da gestão do atual vice-presidente da CPI da Petrobras, deputado Antônio Imbassahy (PSDB-BA), à época prefeito da capital baiana