#mira

13 de setembro de 2017, 14h45

Nomes como Neymar, Pato e Conca estão na mira da Receita por crime tributário

No total, mais de mil pessoas ligadas ao futebol podem ser autuadas pelo governo por conta do recebimento de salário em forma de direito de imagem para pagar menos impostos.