#mito da democracia racial

05 de janeiro de 2012, 21h27

Sueli Carneiro: “Para o racista a negritude chega sempre na frente dos signos de prestígio social”

Sugestão do leitor Silas Lima, via facebook Sueli Carneiro: Nonno Paolo – um caso emblemático Por:  Sueli Carneiro Instituto Mídia Étnica, no Correio Nagô , originalmente publicado no Portal Geledes 04/01/2012 Há coisas essenciais sobre o racismo no episódio ocorrido no restaurante Nonno Paolo com um menino negro. Eu não estava lá, mas pela reação […]


03 de junho de 2010, 17h41

Dica de leitura: Tempos de Casa-Grande

Rebeca Oliveira Duarte, do Observatório Negro, manda-me um convite, cuja convocatória é quase irrecusável. Se não fosse em Recife, eu estaria lá também. Recifenses, não percam! Eu vou já providenciar o meu exemplar :). Ah! Quem apresenta o livro é a historiadora uspiana Maria Luiza Tucci Carneiro. Pessoal, Lembro que o movimento negro participou do […]


13 de novembro de 2008, 17h25

A resposta de Joel Zito a Caetano

Replico o post antigo (Joel Zito respondeu a Caetano à época do vídeo, junho de 2008) do Blog Gramática da Ira, tal como está lá: Quarta-feira, 25 de Junho de 2008 Joel Zito 2 x 1 Caetano – De revirada! . Eu sou neguinho Publicada em 12/06/2008Por Joel Zito Araujo O meu amigo Caetano, que […]


06 de novembro de 2008, 18h30

Caetano, cada dia mais gagá, quer branquear Obama

Desde que resolveu se pôr na linha de frente contra as ações afirmativas, assinando o manifesto contra as cotas, Caetano, a meus olhos, só vem piorando. No vídeo que destaco logo abaixo, retirado do blog do cantor baiano, sua metanarrativa desvela seus equívocos de modo muito deselegante. Seu recado é para o cineasta negro Joel […]


02 de julho de 2008, 14h29

Eu sou neguinho

Por Joel Zito Araujo (12/06/2008) O meu amigo Caetano, que no debate público é um provocador tão genial quanto na arte, também é, sem dúvidas, um atento observador da realidade racial brasileira desde jovem, quando Dona Canô gritava “meu filho corra, venha ver na TV aquele preto de que você tanto gosta!”. Ou quando se […]