#Motel Senzala

01 de agosto de 2018, 17h06

Motel Senzala tem suíte Zumbi, escrava, grilhões e correntes para agradar clientes

Mesmo depois de algumas manifestações online, há 2 anos, o Motel Senzala, em Porto Alegre (RS), ainda existe. Grilhões, jaulas e correntes são para os proprietários alguns dos atrativos das suítes com um preço médio de R$120 o período


03 de abril de 2015, 08h57

Cinco empresas que usam símbolos da escravidão como marca

Explorando figuras de escravos, navios negreiros e recorrendo a nomes como “Senzala”, empresas brasileiras utilizam a escravidão como marca positiva para atrair a clientela e viram alvo de debates sobre racismo Por Jarid Arraes No último dia 25, publiquei em minha coluna Questão de Gênero uma denúncia contra a Divino Fogão, uma rede de restaurantes […]