#não posso aceitar

25 de janeiro de 2018, 13h58

“Não posso aceitar que um canalha qualquer nesse país me chame de ladrão”, diz Lula

Lançado candidato à presidência da República um dia depois que o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) condená-lo sem provas, o ex-presidente voltou a afirmar que estará na campanha eleitoral deste ano: “O que está sendo julgado é a forma que nós governamos esse país”, disse.