#nega tortura

11 de janeiro de 2018, 07h25

Brasileiro nega tortura e diz que queria ser preso na Venezuela para “conseguir repercussão”. Vídeo

Jonatan Moisés Diniz afirmou que a “ideia” de ser preso foi “premeditada”: “Não foi um ato de desespero. Enfrentei de cara pessoas poderosas daquele país. Fui justamente porque eu queria ir à cadeia, justamente para conseguir a repercussão. Eu indo para a cadeia aconteceu exatamente o que estava nos meus planos”.