#penas

18 de outubro de 2012, 14h19

Um flagrante da (in)Justiça no Brasil

Do momento de uma eventual detenção em função de um delito até a hora em que obtém sua liberdade, o pobre tem seus direitos constantemente negados