#Penúltimas Palavras

22 de janeiro de 2014, 16h14

Pra burro velho, o negócio é capim novo mesmo!

Fiz parte de uma cooperativa habitacional que pretendia construir um conjunto de 200 casas, com pracinha, ruas agradáveis, espaço de lazer e uma boa área verde. Muito legal. E barato, pois o custo não incluía o alto lucro das construtoras


28 de outubro de 2013, 21h34

Safadezas de um pseudo-deficiente

Luizim não tinha ainda nem um mês de São Paulo. Saiu do Sul de Minas disposto a trabalhar e estudar, e já estava empregado. Tinha também arrumado um colégio para fazer o curso noturno.


28 de outubro de 2013, 15h14

Baixinho encrenqueiro

Não se pode mais usar certas expressões para falar dos baixinhos. Aliás, tem militante do “politicamente correto” que não permite nem que se chame um sujeito de baixinho, acha ofensivo


26 de setembro de 2013, 15h00

Mouzar Benedito: Aprende-se a fazer fazendo

Cada época tem causas específicas e também modos de organização e realização de protestos diferentes. Vou me lembrar de algumas coisas, comparando, mas sem achar que em 1968 foi melhor ou pior.


11 de janeiro de 2013, 13h27

Apreciadores da marvada

Andei me lembrando de umas histórias de apreciadores de cachaça da minha terra, que já andei contando no livro Santa Rita Velha Safada. Como pouca gente leu esse livro, acho que vale repetir aqui, juntando três delas


18 de outubro de 2012, 14h04

Lembrando de um trambiqueiro

–Malandro, trambiqueiro, tem que ser simpático mesmo… Uma mulher dava bronca numa moça que foi enganada em não sei quê por um sujeito e dizia que o cara era muito simpático, não imaginava que ele fosse um enganador. Lembrei-me, então, de um trambiqueiro que conheci, o Aparecido, meu colega de trabalho numa época que tive […]


17 de setembro de 2012, 17h17

Ladrão de galinha na Constituinte?

Na época da Constituinte, um bando de amigos quis que eu me candidatasse a deputado. Nós discutíamos muito sobre política, tínhamos muitas propostas para algum parlamentar do nosso lado que fosse participar da criação da nova Constituição do Brasil, e esses amigos acharam que eu é que devia levar essas propostas lá


09 de fevereiro de 2012, 14h44

Miudezas para encher uma página

Por Mouzar Benedito   Andei pensando numas coisas que gostaria de publicar aqui, mas que não justificam uma crônica inteira. Então juntei algumas delas. Confiram. * Morando no último dos quatro andares de um prédio na Vila Madalena, minha área de serviço é invadida frequentemente por bem-te-vis, maritacas, sabiás e sanhaços, que vão comer as […]