#poema

06 de agosto de 2018, 15h40

Manuela se manifesta sobre apoio a Lula com poema de Drummond: “Vamos de mãos dadas”

Essa é a primeira manifestação de Manuela D'Ávila após seu partido, o PCdoB, anunciar que fará parte da coligação do PT, que terá Lula como candidato à presidência e Fernando Haddad como vice


21 de abril de 2018, 15h16

Poema para Boff e Lula

A liberdade tem barbas brancas Um olhar distante E a lágrima pulsante A liberdade é silêncio E atende pelo nome de Leo Leonardo, fiel Do doce olhar Que nos acalanta Na plena agonia Da cidade fria No sonho vivido De um bom dia Que nos faz raiar Leonardo, fiel Seu grito escondido O choro sentido […]


25 de janeiro de 2018, 15h33

Chico César faz poema para denunciar caçada a Lula: “A vocês restará o lixo da história”

Cantor e compositor escreveu: “Aos idiotas /Antipatriotas /Vendilhões do templo-nação /Digo não /Aos canalhas /E à toda tralha /Que odeia quem trabalha /Digo: Vês, chegará vossa vez”.


10 de fevereiro de 2017, 17h23

119 anos de Brecht e o “analfabeto político” continua a existir

Hoje, 10 de fevereiro, o poeta e dramaturgo de esquerda alemão, Bertolt Brecht, completaria 119 anos. Mais de um século depois, seu poema “Analfabeto Político” continua fazendo sentido. “O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia política”. Leia Por Redação Em 10 de fevereiro de 1898 nascia, […]


25 de janeiro de 2016, 20h44

Parabéns, São Paulo – Teu mar arde em meus olhos

PARABÉNS, SÃO PAULO – TEU MAR ARDE EM MEUS OLHOS São Paulo, teu peito é um desbarranco Teu mar arde em meus olhos São Paulo boteco, carquéra e cascaio. Teus cachorros montam cabritos E aqui até as pombas aprendem a cantar São Paulo oito cores no arco-íris Céu rosa e roxo, pincel sujo Teu crepúsculo […]


22 de novembro de 2015, 14h41

Conheça o poema ‘profético’ de Drummond sobre desastre no Rio Doce

Em 'Lira Itabirana', Carlos Drummond de Andrade (1902-1987) critica o efeito da mineração em seu estado natal: "O Rio? É doce / A Vale? Amarga / Ai, antes fosse / Mais leve a carga". Confira o poema completo.


25 de fevereiro de 2015, 20h43

Se Os Tubarões Fossem Homens, por Bertold Brecht

Poema verossímil com os nossos dias: Se Os Tubarões Fossem Homens, por Bertold Brecht. Se os tubarões fossem homens, eles fariam construir resistentes caixas do mar, para os peixes pequenos com todos os tipos de alimentos dentro, tanto vegetais, quanto animais. Eles cuidariam para que as caixas tivessem água sempre renovada e adotariam todas as […]


20 de agosto de 2013, 15h51

O analfabeto midiático

“Ele imagina que tudo pode ser compreendido sem o mínimo esforço intelectual”. Reflexões do jornalista Celso Vicenzi em torno de poema de Brecht, no século 21


19 de dezembro de 2010, 12h30

Porque hoje é domingo e o céu de São Paulo, ao menos ele, está limpo

Poema com sabor de espanto! Teve faxina no céu São Pedro arregaçou as mangas Viu que daquele jeito não dava Onde já se viu? céu plúmbeo? Céu cor de nada? Então mandou água, Água dias a fio, esmerou-se no desafio E transformou céu cinza, nublado, esturricante Num azul de beleza estonteante… O céu de São […]


26 de maio de 2010, 13h32

Para não dizer que eu não falei das flores…

Meio bairro é feio, medonho como já mostrei várias vezes por aqui: neste, neste, neste, neste, neste e neste posts. É horrível e excludente porque, em grande parte, o poder público aqui está ausente até mesmo na limpeza pública. Quando vivemos rodeados de feiúra e descaso nossos olhos precisam de alguma beleza concreta, paupável. No […]


14 de novembro de 2009, 03h10

Latuff: Vossa Excelência, a vergonha partiu

Serve para muitos políticos, muitos mesmo e a novidade, ao menos para mim, Carlos Latuff navegando pela seara da prosa poética, acompanhemos: [youtube=http://www.youtube.com/watch?v=XOtd29pAtWw] A VERGONHA PARTIU Carlos Latuff Vossa Excelência, estou de malas prontas. Eu, a Vergonha, vou sair de vez de sua personalidade. Afinal, desde que começou a subir em palanques, não tive mais […]


23 de abril de 2009, 12h07

Ministro Joaquim Barbosa: vestido com as armas de Jorge (Ferréz)

Ontem, o único Ministro do Supremo Tribunal Federal negro, Joaquim Barbosa, lavou a alma de todo brasileiro digno: pôs no devido lugar o presidente do Supremo, o Gilmar Dantas (sic) Mendes, que envergonha a Justiça brasileira . É para o corajoso ministro negro que segue a minha homenagemcom um poema do Ferréz: Estilete com dois […]