#precarização dos direitos

28 de setembro de 2017, 15h32

Teonilio Barba: “Aumento da informalidade: não há o que comemorar”

Há uma queda preocupante na qualidade dos empregos, além do aumento da precarização dos direitos das trabalhadoras e dos trabalhadores.