#Ratzinger

18 de fevereiro de 2013, 17h31

A abdicação do papa alemão

A única coisa que se sabe é que qualquer reforma da doutrina, seja qual for, será completamente inútil se não vier precedida, acompanhada e realizada numa reforma radical da presença social da Igreja, de seus homens e suas mulheres