#redes privadas

11 de julho de 2015, 10h34

“Temos que pensar o Facebook como um Estado ditatorial”

Em debate no Fórum Internacional Software Livre, ativistas e desenvolvedores colocaram em xeque a ideia de liberdade que gira em torno das redes sociais privadas e esclareceram por que é mais do que necessário que os usuários e organizações dependam cada vez menos delas e migrem para redes livres. "O objetivo por trás dessas ferramentas não é te vender um produto ou prestar um serviço, é o controle absoluto do que você faz ou do que nós fazemos em sociedade".