#reformas populares

22 de janeiro de 2015, 16h08

Frente de esquerda quer ir às ruas para defender reformas populares e direitos

Carta divulgada pelo coletivo e assinada por movimentos sociais, centrais sindicais e partidos de esquerda rechaça especulações sobre vínculo com o ex-presidente Lula. "A Frente não nasce nem para ser oposição, nem blindar o governo. O nosso interesse é a defesa do trabalhador”, diz coordenadora do MTST