#refugiados da Síria

09 de novembro de 2013, 17h40

“Vendi minha irmã por US$ 300”

Para sobreviver e sustentar sua família em um acampamento de refugiados sírios na Jordânia, Amani teve que vender sua irmã mais nova para um casamento arranjado