#retórica

17 de setembro de 2018, 17h34

Violência, Deus e irracionalidade: uma receita para se fazer um auditório estúpido

As pessoas estão muito mais apaixonadas pela estética da fala que pelo seu conteúdo. Esse auditório, que sofre com a violência urbana, não tem nenhuma visão do programa político de seu candidato


03 de julho de 2018, 20h54

É preciso falar sobre Neymar

O fato é que as simulações promovidas por Neymar e por outros jogadores da Copa, não é algo fora da regra, pelo contrário, é uma estratégia para que ela seja aplicada. É moralmente errado em um mundo regido por outras regras. Mas as regras que regem o jogo são outras e possuem suas próprias linguagens, por conseguinte suas próprias estratégias de persuasão


28 de junho de 2018, 15h11

O discurso estúpido: a ascensão de Bolsonaro

"É muito mais fácil não se importar. Saber é trabalhoso. Por isso o discurso estúpido ganha espaço. A forma mais eficiente de combater a esquerda é com a estupidez. Ela é atrativa, convincente"


25 de setembro de 2017, 22h09

A “cura gay” e a estratégia retórica conservadora

Em artigo, professor explica como a direita moralista que cria conceitos como “cura gay” está ganhando cada vez mais espaço nas ruas, nas redes sociais e no parlamento Por Raphael Silva Fagundes* A definição aristotélica de retórica consiste nas estratégias usadas pelo retor para buscar provas capazes de nos levar a persuasão. Para isso, é […]


13 de julho de 2017, 20h30

O que nos conta o sismógrafo gramatical da TV Globo?

Em 2015 o escritor Pablo Villaça ironizou a proliferação do adjunto adverbial de concessão no bordão “Apesar da crise” repetido pela grande mídia como uma deliberada tática de repetição para criar uma crise autorrealizável e desestabilizar o governo Dilma. Na época, depois de décadas de “jornalismo adversativo”(“porém”, “mas” etc.) a mídia dava uma guinada gramatical […]