#revista Nova Escola

15 de junho de 2009, 19h28

Promotor explica ação de improbidade por conta de publicação da Editora Abril

Para Antonio Celso Campos, a dispensa de uma concorrência pública para compra da revista Nova Escola foi ilegal