Romário de Paula | Revista Fórum

#Romário de Paula

28 de Março de 2017, 11h59

Polícia Federal reconhece que gravou condução de Lula sem autorização de Moro

O delegado da Polícia Federal Igor Romário de Paula reconheceu que um oficial gravou ilegalmente as imagens da condução coercitiva do ex-presidente Lula. Na ocasião, o juiz Sergio Moro havia determinado expressamente que seria proibido qualquer registro do ex-presidente. A PF, contudo, não só gravou como reproduziu as imagens para atores globais na sede da PF e ainda entregou uma cópia à revista Veja.