#Ronaldo Bispo dos Santos

22 de Março de 2017, 08h57

Polícia Investiga assassinato em templo da Igreja Universal de Santo Amaro

O caso vinha sendo conduzido em sigilo e, segundo os familiares da vítima, até eles enfrentavam dificuldades para saber algo sobre o andamento das investigações. "Ele me disse que levou muitos chutes. Chutaram muito a cabeça dele. Ele disse que foram três seguranças, que ainda pediu socorro para dois pastores, mas eles negaram socorro", diz a mãe da vítima.