#roupa inadequada

20 de agosto de 2017, 17h03

“A atitude traduz a posição de um magistrado parado no tempo”

Advogada Pâmela Amaral, de Goiânia, pretende pedir punições ao desembargador que se recusou a ouvir sua sustentação oral, durante audiência, por considerar que a roupa dela era inadequada.