#Semiótica

12 de março de 2019, 06h00

O show que nunca termina: a guerra semiótica criptografada do clã Bolsonaro

O interminável show de dissonâncias cria o desvio de atenção necessário. Se funcionou na campanha eleitoral, por que não funcionaria com um presidente que “governa” através do Twitter?


05 de março de 2019, 17h11

O autoproclamado presidente José de Abreu e a “Carta Roubada” de Allan Poe

Na noite do dia 25 de fevereiro, José de Abreu se proclamou presidente do Brasil numa série de publicações no Twitter, ironicamente dizendo que seguia o exemplo do líder da oposição venezuelana


13 de janeiro de 2019, 13h30

Nova logomarca revela que Bolsonaro não consegue sair do personagem

Em cinema e teatro fala-se muito de atores que, de tão concentrados no personagem, não conseguem mais sair do papel. Uma análise semiótica da nova identidade visual do Governo Federal revela que nada mais resta para o presidente Jair Bolsonaro do que se manter no personagem da campanha eleitoral – belicoso e provocativo, pronto para criar sempre um novo inimigo


26 de fevereiro de 2018, 22h10

A canastrice como fator subliminar na política

Temer, Rodrigo Maia, Dória Jr., Lula, FHC, Mário Covas. O que esses políticos têm em comum com as evoluções e regressões da teledramaturgia, principalmente da Globo, que moldou o imaginário coletivo brasileiro? Partindo da premissa de que por décadas a percepção do brasileiro médio foi moldada pela teledramaturgia, será que a performance dos políticos refletiria as […]


15 de fevereiro de 2018, 22h25

Cinegnose participa de debate sobre guerra antimídia e carnaval na TV 247

Respondendo ao convite do jornalista e editor-responsável pelo Brasil 247, Leonardo Attuch, esse humilde blogueiro participou de uma discussão no canal YouTube TV 247 sobre a repercussão do desfile da escola Paraíso do Tuiuti. O debate foi ontem à tarde (14/02), enquanto acontecia a apuração das notas do Grupo Especial do Carnaval do Rio. O […]


13 de fevereiro de 2018, 19h31

Guerra antimídia no sambódromo, zumbis no Carnaval e Grau Zero na política… mas não conte pra esquerda!

Enquanto a escola Paraíso do Tuiuti no Rio de Janeiro deixava Fátima Bernardes e Alex Escobar constrangidos ao vivo, quebrando o silêncio com cacos de falas desconexas enquanto alas de passistas mostravam Temer como “o vampiro neoliberatista”, “manifestoches” com patos amarelos da Fiesp e operários bradando carteiras de trabalho, em Curitiba o Carnaval era assombrado […]


30 de novembro de 2017, 19h49

O jogo da simulação de censura Globo/Gabriel Bá

Nas redes sociais indignação. O desenhista Gabriel Bá apareceu no talk show da Globo “Conversa com Bial” com seu indefectível boné verde – marca registrada do artista. Só que dessa vez com a estrela vermelha coberta de forma improvisada com duas fitas isolantes preta. “Evite números ou símbolos para que não haja associação a marcas […]


14 de novembro de 2017, 14h47

A cobertura midiática do Enem: muito além do “fact-checking”

Até 2015, o Enem era noticiado pela grande mídia como “eleiçoeiro” e “populista”, uma “fogueira” (a “fogueira do Enem”) na qual os alunos viviam assustados e lesados com sucessivas denúncias de fraude e desorganização. A partir do ano passado, tudo mudou como num passe de mágica: agora é o “Enem nota 1.000” para aqueles alunos […]


04 de outubro de 2017, 17h01

“Fact-Checking” é o jornalismo “hipster” que a mídia corporativa adora

A primeira coisa que chama a atenção é que a necessidade de verificação de notícias é justificada por essas agências pelo crescimento da Internet e redes sociais e a “perda dos filtros dos guardiões detentores das notícias” da grande mídia. Ou seja, o pressuposto do fact-checking é corrigir um suposto efeito danoso das mídias alternativas. 


21 de agosto de 2017, 21h42

Revisitando o 7X1 de Brasil e Alemanha: uma bomba semiótica na guerra híbrida?

“Massacre de Belo Horizonte”. “Mineiraço”. Ou ainda jocosamente “Mineiratzen” para nomear a inacreditável goleada de 7X1 da Alemanha sobre o Brasil na semifinal da Copa do Mundo no estádio do Mineirão em BH. Em meio a uma pesada atmosfera de radicalização política e ideológica iniciada pelas “jornadas de Junho” de 2013 que deram início a […]


26 de julho de 2017, 17h19

Luta simbólica da esquerda é vulnerável contra guerra híbrida midiática

O escritor e dirigente sindical Roberto Ponciano no seu artigo “Cultura, Violência e Direito à Insurreição” observa uma “docilidade cultural” que parece tomar as manifestações no Brasil e alerta: “Nesse ritmo de paz e amor em que estamos, embalados pelos showmícios de Caetano, ao menos nos tornaremos escravos mais alegres do mundo”. O editor do […]


24 de julho de 2017, 19h14

Com Neuralink, Elon Musk quer privatizar a mente humana com interface bio-eletrônica

Quem assistiu ao filme “Matrix” deve lembrar de como o protagonista Neo (Keanu Reeves) aprendia lutas marciais pelo simples download de programas em sua mente. Pois essa realidade sci-fi está próxima, pelo menos para o bilionário tecnológico sul-africano Elon Musk. Depois de anunciar o envio de colonos a Marte com sua empresa SpaceX, agora através […]


15 de julho de 2017, 11h22

A condenação de Lula e a midiática “crítica nem-nem”

Após a sentença de condenação de Lula pelo juiz Sérgio Moro, a TV mostrou imagens de comemorações em frente à Vara de Curitiba por manifestantes em suas indefectíveis camisas amarelas da CBF. Ao mesmo tempo, tomadas da Avenida Paulista com mais manifestantes, agora de camisetas vermelhas, faixas e punhos erguidos em protesto contra a condenação […]


13 de julho de 2017, 20h30

O que nos conta o sismógrafo gramatical da TV Globo?

Em 2015 o escritor Pablo Villaça ironizou a proliferação do adjunto adverbial de concessão no bordão “Apesar da crise” repetido pela grande mídia como uma deliberada tática de repetição para criar uma crise autorrealizável e desestabilizar o governo Dilma. Na época, depois de décadas de “jornalismo adversativo”(“porém”, “mas” etc.) a mídia dava uma guinada gramatical […]


27 de junho de 2017, 13h46

O hit “Despacito”, Woody Allen e a espiral do silêncio

O que tem a ver o cineasta Woody Allen com o estrondoso sucesso do ritmo reggaeton com o hit “Despacito”, nesse momento tocando em nove em cada dez festas juninas brasileiras? Muito, desde a reação de Woody diante de uma banda de punk rock no filme “Hanna e suas Irmãs” (1986) até o niilista aforismo […]