#Senacon (Secretaria Nacional do Consumidor)

18 de agosto de 2017, 12h16

AGU vai defender preços iguais para homens e mulheres em casas noturnas

A AGU argumentará que a prática de diferenciar preços é abusiva e que a utilização da mulher como estratégia de marketing é ilegal e fere os princípios da dignidade humana e da isonomia.