#Sérgio Cassini

13 de outubro de 2018, 08h17

Candidato do PSL, partido de Bolsonaro, anuncia apoio a Haddad e sofre ameaças de morte

Em nota, Sérgio Cassini disse que, numa democracia, discordâncias são debatidas, compreendidas e resolvidas de forma política, não em forma de violência. Disse ainda que se sente "acuado e intimidado" e que teme por sua vida e de seus familiares.