#Snodewn

13 de julho de 2013, 16h42

Boaventura de Sousa Santos: “Desculpe, Presidente Evo”

Para a Europa, um Presidente índio é sempre mais índio do que Presidente e, por isso, irremediavelmente suspeito