#sociólogo

31 de agosto de 2018, 19h38

AO VIVO: Seminário com o sociólogo Boaventura de Sousa Santos

Premiado sociólogo português participa do seminário “Democracia e Gestão Pública no Século XXI", em Niterói (RJ). Acompanhe ao vivo


24 de março de 2017, 11h59

Terceirização pode chegar a 75% dos trabalhadores do país, diz sociólogo

Segundo Ruy Braga, professor do departamento de Sociologia da USP, trabalhadores terceirizados têm jornadas mais longas, salários menores e são mais atingidos por doenças do trabalho do que os efetivos que desempenham a mesma função Por Redação De acordo com Ruy Braga, professor do departamento de Sociologia da Universidade de São Paulo (USP), a lei que permite […]


19 de fevereiro de 2017, 16h44

Sociólogo revela bastidores da agressão de Freire a Raduan Nassar

Presente na cerimônia que premiou o escritor brasileiro, Rafael Alves afirma que "a entrega – do diploma, pois até onde sei o prêmio pecuniário ainda não foi pago – foi adiada ao máximo justamente para afastar a possibilidade de manifestação política do escritor".


28 de novembro de 2016, 08h31

O governo Temer é o mais degradado e degradante da história da República

Sociólogo faz analise do breve e conflitante governo do presidente interino Michel Temer.


16 de abril de 2016, 09h41

‘Não escrevo para jornal golpista’, diz sociólogo em resposta ao ‘Estadão’

Laymert Garcia dos Santos, da Unicamp, recusa proposta do jornal para enviar texto que seria publicado em edição sobre “o atual andar da carruagem” no país na segunda-feira Por RBA O sociólogo Laymert Garcia dos Santos recusou convite para escrever um artigo para o jornal O Estado de S.Paulo, que prepara edição para a segunda-feira, […]


21 de novembro de 2013, 14h39

Um retrato do trabalho precário no Brasil

O sociólogo Ruy Braga fala das condições de trabalho no setor de telemarketing, área que ele vem pesquisando em detalhes. Segundo ele, se somarmos os call centersterceirizados e próprios, o Brasil deve fechar o ano com quase 1 milhão e 700 mil trabalhadores nesse setor


09 de outubro de 2013, 17h18

Uma “guerra” e um alvo principal: os pobres

O encarceramento em massa e a ação seletiva da polícia e do Judiciário levam milhares de pessoas de classes sociais mais baixas para as prisões brasileiras tendo como justificativa a guerra às drogas