#sucessão no Rio de Janeiro

01 de setembro de 2013, 10h06

Cabral deve deixar o governo em 31 de dezembro

Objetivo seria dar visibilidade a seu candidato na corrida da sucessão estadual, o vice Luiz Fernando Pezão