#Sundar Pichai

08 de agosto de 2017, 08h35

Google demite funcionário que considera homens mais capazes para a tecnologia

O presidente-executivo do Google, Sundar Pichai, afirmou que "partes do memorando violam o nosso código de conduta e ultrapassam os limites ao promover estereótipos de gênero".