#Supremacistas Brancos

17 de agosto de 2017, 11h06

Spotify remove de seu catálogo bandas de supremacistas brancos

A decisão do Spotify veio quatro dias após a morte de uma mulher de 32 anos, durante um protesto contra a violência fascista, em Charlottesville, no estado americano da Virgínia.