#Tahina Paz

22 de setembro de 2017, 12h33

Professores municipais de Palmas estão há mais de 30 horas em greve de fome

Prefeitura não dialoga com movimento grevista, que reivindica direitos como o pagamento da data-base, progressões, titularidade, retroativos, cumprimento do Plano de Carreira (PCCR), além da eleição dos diretores das escolas municipais.