#Taisa Oliveira Maciel

22 de junho de 2018, 11h49

Petroleiros têm vitória histórica por direitos trabalhistas

A estatal terá que devolver aos trabalhadores R$ 15,2 bilhões só para corrigir os salários retroativamente