#Tayná

18 de julho de 2013, 09h51

A morte da menina Tayná, a tortura e a imprensa

Um caso exemplar da polícia brasileira: prende-se o suposto culpado, para depois iniciar-se a investigação, que é sempre a mesma: porradas primeiro, perguntas depois