#Úrsula Corberó

07 de março de 2018, 17h04

Em “A Casa de Papel”, assim como na vida, não há nem bem e nem mal

A série é eletrizante a partir de seu roteiro, repleto de contradições, controvérsias, atitudes nobres e repulsivas, muitas vezes ao mesmo tempo e pelas mesmas pessoas, assim como todos nós, reféns das circunstâncias