#ustra

02 de maio de 2016, 13h28

De novo: Bolsonaro elogia Médici e Ustra em ato no Rio de Janeiro

Parlamentar repetiu o gesto polêmico que fez durante o seu voto a favor do impeachment de Dilma na Câmara dos Deputados; antes mesmo da fala de Bolsonaro, manifestantes de direita, em frente sua casa, gritavam o nome do coronel Brilhante Ustra, primeiro militar a ser reconhecido como torturador pela Justiça brasileira Por Sul 21 Manifestantes […]


17 de abril de 2016, 22h19

Bolsonaro elogia torturador e leva cuspida de Jean Wyllys

Jean Wyllys (Psol -RJ), vaiado ao dedicar o voto de “não” ao impeachment à população LGBT, negra e aos trabalhadores, cuspiu em Bolsonaro (PSC-RJ), que foi aplaudido ao homenagear, em seu voto pelo afastamento da presidenta, o torturador Carlos Alberto Brilhante Ustra. Psolista alegou que foi chamado de “queima rosca” e “baitola” pelo militar reformado Por […]


29 de dezembro de 2015, 16h51

Morre em São Paulo o militante político César Augusto Teles

A família Teles foi torturada na ditadura e, hoje, luta para pela garantia da memória, verdade e justiça em relação período do regime militar


19 de outubro de 2015, 20h12

Clube Militar presta homenagem ao torturador Brilhante Ustra

A entidade de militares da reserva publicou uma nota fúnebre em que exalta os serviços prestados pelo ex-torturador do DOI-Codi e ressaltou a "admiração dos que tiveram o privilégio de com ele servir"; confira


26 de junho de 2012, 17h50

Ustra é condenado a indenizar família de Luiz Eduardo Merlino

Recebi uma boa notícia, em forma de release, da amiga Tatiana Merlino e comportilho com os amigos. O coronel reformado do Exército Carlos Alberto Brilhante Ustra foi condenado pela Justiça de São Paulo a pagar uma indenização de R$ 100 mil à família do jornalista Luiz Eduardo da Rocha Merlino, morto sob tortura em 19 […]


26 de julho de 2011, 13h52

Ustra, torturador do DOI-CODI e colaborador da Folha, vai a julgamento nesta quarta

Quem diz que Carlos Alberto Brilhante Ustra é torturador não é a Revista Fórum, é a Justiça brasileira. Em ação movida pela família Teles, em 2007, o coronel reformado do Exército que comandou o DOI-CODI de São Paulo entre 1970 e 1974 foi declarado culpado do crime de tortura. Ele poderá, a partir de amanhã, […]