#vida e morte

30 de janeiro de 2015, 11h13

Paredes de vidro

Vida. Cuidado. É frágil. Cariocas não gostam de dias nublado, sussurrou a gaúcha. Corri pelas calçadas estreitas. Chegar primeiro dessa vez era por pura solidariedade. Vai chover, mas o que importa? Rumo à clínica médica. Amiga ausente por alguns dias. Sustentada pela tecnologia médica. O motivo da minha pressa não era ela. A vida é […]