#Vinicius Sartorato

20 de novembro de 2018, 15h02

Protestos marcam os dias que antecedem a cúpula do G20 na Argentina

A preparação do encontro enfrentou protestos no Uruguai por uma grande mobilização militar em seu território.


19 de novembro de 2018, 19h03

Vinicius Sartorato: Franceses vão às ruas contra as políticas de Macron

Visto como autoritário, valendo-se até do Estado de Emergência instalado após atentados para suprimir manifestações contra a reforma trabalhista, Macron é percebido por grande parte da população como um presidente elitista, distante do povo.


14 de novembro de 2018, 20h45

O fim da 1ª Guerra Mundial e o pensamento fascista hoje

Vinicius Sartorato, em novo artigo, diz: “Mais do que seus líderes, o pensamento fascista é a maior ameaça a um futuro comum”


28 de maio de 2018, 13h37

Itália: tensão cresce com renúncia de premier

Em novo artigo, Vinicius Sartorato aborda os desdobramentos da crise política na Itália e revela que após a saída do premier, populistas pedem impeachment do Presidente Mattarella


22 de maio de 2018, 14h53

Italianos esperam formação de novo governo

Sob a égide de populistas, o novo governo da Itália traz consigo o fantasma do fascismo


18 de agosto de 2017, 16h02

Trump se isola mais e é acusado de proteger racistas

Presidente norte-americano colocou em pé de igualdade racistas e anti-racistas, o que reforçou ainda mais as críticas sobre seu comportamento.


07 de maio de 2017, 12h39

7 questões centrais para entender as eleições na França

Segundo turno das eleições presidenciais acontece neste domingo (7); franceses vão escolher Marine Le Pen ou Emmanuel Macron Por Vinicius Sartorato*, colaborador da Rede Fórum de Jornalismo 1 – A baixa participação de eleitores pode ajudar Marine Le Pen? Sim. O voto facultativo, a fidelidade dos eleitores da Frente Nacional, somadas a desconfiança sobre o […]


24 de março de 2015, 09h46

Nigéria: maior potência econômica da África elege próximo presidente

Eleições no país, no próximo sábado (27), podem marcar o fim do governo de Goodluck Jonathan, acusado de ter falhado na luta contra o grupo insurgente islâmico Boko Haram