#Vinicius Wu

08 de outubro de 2018, 00h14

Vinícius Wu: Dez humildes sugestões para Haddad no segundo turno

Diga que vai unificar e reconciliar o país, mas não através de um acordão no Congresso e sim com as pessoas, com democracia, diálogo, transparência;


02 de outubro de 2018, 22h17

Vinícius Wu: Não é uma onda fascista, é uma onda anti-sistêmica

Aí está o erro fundamental dos opositores de Bolsonaro. A insistência no mesmo repertório e recursos pode facilitar, enormemente, a vida do candidato do PSL nos próximos dias


21 de setembro de 2018, 15h28

Vinicius Wu: EleNão – É urgente entendermos as razões do voto em Bolsonaro

É preciso falar a língua do eleitor de Bolsonaro. Uma guerra de ideias pode se transformar numa guerra real a partir de sua eleição. É hora de lutarmos, sim, pela segurança de nossas famílias e dizer não à sua maior ameaça


03 de setembro de 2018, 14h11

Vinicius Wu: O Iraque (ou o Afeganistão) é aqui

O inferno são os outros. Ruim mesmo é viver no Iraque ou no Afeganistão. Quem destrói peças de museus, acervos históricos, monumentos e ameaça nossa civilização é o medievalismo do Estado Islâmico. Aqui estamos salvos de todo mal


08 de agosto de 2018, 13h16

Vinicius Wu: Eleições 2018 – O protagonista e as incertezas

“Impossível não é uma palavra que costuma frequentar o dicionário de Lula. Porém, o jogo será pesado e as condições adversas”, diz o mestre em Comunicação


31 de julho de 2018, 16h07

Vinícius Wu: Bolsonaro no Roda Viva, segundo seus próprios eleitores

“Chamar Bolsonaro de burro e olhar com desprezo e arrogância seus seguidores não contribuem em nada para a reflexão sobre o futuro da política no país”, diz historiador


07 de abril de 2018, 09h07

Manuel Castells em apoio a Lula: “Não há justiça no Brasil”

“Em um dia triste, trágico, para o Brasil e para o mundo quero expressar minha total solidariedade”, diz a nota de Castells


29 de novembro de 2017, 11h41

Sociólogo Manuel Castells faz conferência no Rio no dia 6/12

Autor de diversos livros, ele falará sobre a crise da democracia liberal no Teatro Oi Casagrande


01 de novembro de 2016, 08h06

As eleições de 2016 e o futuro das esquerdas brasileiras

Com o fim do 2º turno das eleições municipais é possível organizar uma avaliação mais consistente sobre o (trágico) desempenho das esquerdas e, assim, sugerir algumas pistas para enfrentarmos o complexo desafio da renovação do pensamento e da ação política de esquerda no Brasil.


16 de maio de 2016, 09h23

A extinção do Ministério da Cultura e o combate da força contra a inteligência

"Não foi por acaso que uma parcela muito expressiva dos artistas brasileiros se posicionou contra o golpe, com maior ou menor ênfase. Jovens artistas se juntaram a nomes já consagrados em um coro polifônico que rejeita a interrupção do processo democrático. Temer tem consciência desse processo. Sua resposta foi a extinção do MinC". Leia no artigo de Vinicius Wu.


21 de março de 2016, 10h36

Antes do dia seguinte, haverá o dia final: é preciso evitar o pior

"Antes de pensar no dia seguinte, é preciso pensar sobre o dia final – o momento no qual o impeachment será decidido - e buscar uma solução capaz de afastar a possibilidade de uma tragédia (...) A política precisa prevalecer sobre a histeria e a irracionalidade que parece contagiar amplos segmentos da sociedade".


05 de fevereiro de 2016, 08h53

A gestão cultural sob ataque: crise e direitos culturais no Brasil

A gestão cultural precisa ser defendida por aqueles que acreditam na viabilidade de um projeto democrático e includente para o país. Não é razoável retrocedermos naquilo que ainda somos devedores. Os direitos culturais mal começaram a se afirmar no Brasil.


18 de janeiro de 2016, 16h17

Taiwan: a vitória da oposição e os sinais da China

A situação da presidente eleita não é simples. Sabe que terá de negociar com a China e manter o status quo – o acordo que garante a paz em troca da não-declaração de independência. Mas, ao mesmo tempo, enfrentará a pressão de seu eleitorado, em sua maioria abaixo dos 50 anos, jovens que se consideram taiwaneses e não chineses.


19 de novembro de 2015, 10h02

Anonymous vs Estado Islâmico: um alerta para a democracia

A guerra cibernética entre o grupo extremista Estado Islâmico (EI) e os ciberativistas do Anonymous é um sintoma da profunda mudança no padrão de disputa em torno de narrativas políticas no século XXI. Ao mesmo tempo, é uma evidência do despreparo dos governos, partidos e instituições democráticas, em geral, para atuar nesse terreno da disputa simbólica.


03 de novembro de 2015, 17h05

O ultraliberalismo quer suceder o PT

Não será tarefa fácil impedir que uma agenda ultraliberal se estabeleça em uma eventual saída do PT do governo, desfazendo todas as conquistas sociais obtidas nos últimos anos. A capacidade da esquerda em se unir e buscar soluções, de forma conjunta, fará toda diferença para que tenhamos um desfecho da atual crise menos nocivo à maioria trabalhadora do país