#violência contra comunicadores

25 de outubro de 2015, 15h07

Após 40 anos da morte de Herzog, crimes contra comunicadores ainda não têm devida atenção

A violência contra comunicadores voltou à tona com o aniversário, neste domingo (25), de 40 anos da morte do jornalista Vladimir Herzog, assassinado durante a ditadura militar. Dados da Federação Nacional de Jornalistas (Fenaj) mostram que 129 jornalistas sofreram agressão durante o exercício da profissão no ano de 2014