#violência divina

08 de agosto de 2015, 09h58

Žižek: Violência policial e violência divina

Em uma situação na qual a polícia deixa de ser vista como o agente da lei, protestos contra a ordem social predominante também tendem a tomar forma de uma explosiva “negatividade abstrata”, violência crua e desprovida de objetivo. Será que eles não seriam casos contemporâneos exemplares do que Walter Benjamin chamou de “violência divina”?