#Wagner Santos

23 de julho de 2013, 18h47

“Mais fácil matar do que cuidar”, diz sobrevivente do Massacre da Candelária

Wagner Santos é pessimista em relação à violência nas periferias e alerta para as chacinas que continuam acontecendo no país