#Willian Pina Botelho

30 de junho de 2018, 09h58

Após 2 anos: Major do Exército admite que se infiltrou em manifestação ‘Fora, Temer’

Após quase dois anos, o major Willian Pina Botelho, que se identificava como "Balta Nunes", admitiu por primeira vez que esteve infiltrado em um grupo de manifestantes que foi detido em um ato contra Temer em São Paulo